Mulher Aspirina


Baratas são sondas Alíens.
junho 15, 2007, 10:29 pm
Filed under: Bizarro, Blog, Comportamento, Humor, Imagens

Definitivamente tenho pânico das baratas!!!

Fico louca quando uma se aproxima…, grito, fico agitada, sapateio, me escondo e olha que se a piriquete vier pra cima de mim sou até capaz de tirar a calça pela cabeça.

Certa vez fui atacada por uma baratona gigantesca daí gritei: “Kacet!!! barata gigante da porra…” Não sei o que me ocorreu mas fiquei paralizada sem saber o que fizesse, esses robôzinhos são extremamente inteligentes, são agressivas e violentas e, essa então, Afffeeemaria!

Em poucos segundos meu cérebro analisou e decodificou os dados…

Dados do baratão:

  • Idade: 300 anos;
  • Sexo: assexuada (reprodução exaustiva);
  • DNA: em mutação ativa;
  • Tamanho: 12 polegadas (+ ou -, 25 cm);
  • Asas abertas: 1 metro de envergadura;
  • Seu tamanho equivale a um pé (36) de chinelo Havaianas.

Imagem da bixona

200424701-001.jpg

Sentiram nojo??? Grrrrr…

Tá bom vai… dá um desconto nisso, considere que ainda estou em estado de choque e, nestes momentos os olhos arregalam e enxergamos as coisas bem maiores do que são.

Não se trata de nojo apenas, mas de terror explícito. Não consigo se quer matar a piriquete, principalmente se a bixona tá voando em minha direção. Pior é mesmo quando se está sozinha em casa à mercê dessa vil criatura horrenda. Sempre tenho um spray venenoso por perto, bem ao meu alcance… pior é que nem sempre consigo exterminá-las porque de tão longe que fico delas, o jato do spray nem chega a fazer cóssegas na bixa.

Pois bem, quando eu falo que elas vão dominar o nosso planeta ninguém acredita. Esses insetos são coisas doutro mundo… Vocês não concordam? Vejam só:

  • Essas piriquetes sobrevivem a altíssimas radiações;

  • Vivem mesmo sem a cabeça (morrem depois de um tempo, cuja tola explicação biológica é de que elas morrem de “fome”, mas na verdade esgotam-se os combustíveis motores);

  • Sobrevivem debaixo d´água;

  • Algumas espécies chegam a atingir 10cm, tamanho absurdo para um inseto comum;

  • Elas têm capacidade regenerativa, chegando em alguns casos a ressucitar (Cruzes!!!);

  • Elas comem de tudo. No cardápio baratófilo tem espaço para restos de comida animal ou vegetal, papéis, roupas e até madeira. Usam os nossos elementos químicos naturais para manuntenção da bateria magnética.

Baratas são microrobôs envolvidos numa conspiração puramente alienígina e hostil. Ainda duvidam que são verdadeiras sondas alíens?

A invasão desses seres mobilizou e instigou a comunidade científica, leiam aqui.

Meu niver é dia 28 de junho, alguém se habilita hãmm, humm, heimm? Quero um trocinho desse!

Anúncios

6 Comentários

Vou te dar uma de plástico…daquelas que quando a gente aperta faz :”fiiim-fiiim”…igual brinquedo de menino! hehehe
Abração!

Comentário por Ismael Alexandrino

ahuahuahauhau…q bicho maaais asqueroso…
mas eh estranho, eu não fiko assim quando uma barata chego perto de mim. Claro que eu grito e esperneio, mas não mais que quando um grilo (e derivados…) saltitante e feliz entra pela minha janela e fika fazendo akele barulho ensurdecedor.
Akele bicho sim, aquele é nojento,m asqueroso, e me dá ânsia…
Será que grilos e baratas são parentes???
O.o

enfim..adoreiiii o blooog…
to linkando ele ok?????

beijoooos
;*

Comentário por Débora*

Pelo que entendi a invenção vai demorar um pouco para “sair do forno”…
Acho que vou te mandar um chinelão 42 pra você ir se virando por enquanto…rs
Beijão do Lê procê…

Comentário por

Amigos

Roubaram de novo as senhas de meu Orkut, Blog e Gmail.

Realmente não entendo porque essa gente decidiu me perseguir mas, dessa vez, preferi fazer outro Blog.
Peço desculpas à todos vocês pelo trastorno.

Esse é o novo link de meu Blog.
Grato pela paciência,

Comentário por Marcelo

[…] matar gato algum, rs… não tenho coragem nem de matar baratas como vocês devem ter lido aqui. É só um conto fictício. Não crio gatos, porém tenho simpatia por eles. A única “coisa […]

Pingback por Matou o gato e escreveu um post. « Mulher Aspirina

[…] matar gato algum, rs… não tenho coragem nem de matar baratas como vocês devem ter lido aqui. É só um conto. Não crio gatos, porém tenho simpatia por eles. A única «coisa […]

Pingback por Matou o gato e escreveu um post.: Mulher Remédio




Comentários encerrados.



%d blogueiros gostam disto: