Mulher Aspirina


Os números de 2010
janeiro 3, 2011, 7:57 am
Arquivado em: 2010, Blog, BlogDay, Imagens, Internet, meebo,msn, orkut, APH, Wordpress

Os duendes das estatísticas do WordPress.com analisaram o desempenho deste blog em 2010 e apresentam-lhe aqui um resumo de alto nível da saúde do seu blog:

Healthy blog!

O Blog-Health-o-Meter™ indica: Mais fresco do que nunca.

Números apetitosos

Imagem de destaque

Cerca de 3 milhões de pessoas visitam o Taj Mahal todos os anos. Este blog foi visitado cerca de 39,000 vezes em 2010. Se este blog fosse o Taj Mahal, eram precisos 5 dias para que essas pessoas o visitassem.

 

Em 2010, escreveu 6 novo artigo, aumentando o arquivo total do seu blog para 63 artigos. Fez upload de 3 imagens, ocupando um total de 153kb.

The busiest day of the year was 11 de janeiro with 229 views. The most popular post that day was meebo, orkut bloqueado, status off ou on no msn, quem te deletou? Seus problemas acabaram.

De onde vieram?

Os sites que mais tráfego lhe enviaram em 2010 foram via6.com, search.conduit.com, pesquisa.sapo.pt, google.com.br e papodehomem.com.br

Alguns visitantes vieram dos motores de busca, sobretudo por youtub, http://www.youtub, mulher aspirina, mebo e meebo orkut

Atracções em 2010

Estes são os artigos e páginas mais visitados em 2010.

1

meebo, orkut bloqueado, status off ou on no msn, quem te deletou? Seus problemas acabaram abril, 2007
149 comentários

2

No, Enfermeira na PlayBoy setembro, 2007
28 comentários

3

msn online/offline abril, 2007
8 comentários

4

Chapa quente do Dr. Voyer agosto, 2007
28 comentários

5

Sexoloucura agosto, 2007
15 comentários



A tuberculose e seu romantismo
março 20, 2010, 3:07 pm
Arquivado em: Enfermagem, Medicina
A tuberculose (TB) pulmonar é uma doença infecciosa tão antiga quanto à própria história da civilização. É uma doença milenar e um grave problema de saúde pública com repercussão mundial, principalmente nos países em desenvolvimento, como é o caso do nosso Brasil. A TB encontra-se dissertada em referências sagradas, em obras da filosofia, história, ciência, direito romano e das poesias. Nem mesmo Florence Nightingale, um dos ícones da Enfermagem, escapou da TB. Ela contraiu a doença aos 30 anos de idade e não obstante chegou aos 90, trabalhando e lutando arduamente. Destaca-se pelo status profissional que concedeu a Enfermagem, tornando-a uma ciência. Um de seus maiores feitos foi à humanização dos hospitais onde os doentes viviam em condições totalmente precárias e desumanas. Florence desenvolveu uma enorme participação na luta contra a TB na Europa e na construção de hospitais específicos para os tuberculosos; divulgou em diversos países a concepção da cura sanatorial e melhorou as condições de internação dos doentes.
No início do século XIX, o senso comum elaborou uma visão romântica da doença. A tísica, nome dado na época seria a expressão física de uma interioridade rica em sentimentos conturbados sendo reconhecida no campo artístico e literário como a doença da paixão, tema este bastante recorrente para os escritores românticos; eram raras as obras literárias e artísticas que não incluíam tísicos entre seus personagens:

“Falar somente uma linguagem rouca,
Um português cansado e incompreensível,
Vomitar o pulmão na noite horrível
Em que se deita sangue pela boca!
Expulsar aos bocados, a existência
Numa bacia automata de barro
Alucinado, vendo em cada escarro
O retrato da própria consciência…”
Augusto dos Anjos.

A TB ao final do século XIX, deixa a concepção romântica dando lugar a sua representação no âmbito social. Passando de doença da nobreza para doença com maior prevalência na plebe. Enfim, no dia 24 de março – data passada – foi comemorado o Dia Mundial da Tuberculose.
Então, fiquemos com o Manuel Bandeira:

Pneumotórax
“… O senhor tem uma escavação no pulmão esquerdo e o pulmão direito infiltrado.
Então, doutor, não é possível tentar um pneumotórax.
Não. A única coisa a fazer é tocar um tango argentino”.

*Pequeno texto resumido e retirado da minha dissertação de conclusão de curso.
**Esse ano haverá o III Encontro Nacional de Tuberculose em Salvador – BA. De 18 a 21 junho de 2008.


Beija Sapo
fevereiro 17, 2010, 6:23 pm
Arquivado em: 2010, Blog, Comportamento, Humor
Período carnavalesco, folia em alta. O carnaval é uma das festividades mais esperada do ano em todo o Brasil. As capitais lotam, ficam cheios de turistas, gente bonita que se mistura em meio a multidão para curtir o som dos trios elétricos e dos blocos carnavalescos. A sensualidade, sem dúvida toma conta dos corpos e da cabeça das pessoas. Pouca roupa, corpos esculturais e muito calor, deixa qualquer um com o sexo à flor da pele. Ainda mais sendo o carnaval uma comemoração que permite toda e qualquer forma de liberdade e até libertinagem.

Mas o que parece banal nem sempre é inofensivo aos nossos olhos. Todo mundo fala de beijo, mas esquecem que essa ação tão comum e rotineira e porque não dizer necessário entre nós, pobres mortais, pode trazer perigos à nossa saúde.
Segundo Charles Darwin, o beijo era uma evolução das mordidas que os macacos davam no parceiro nos ritos pré-sexuais. Há também quem diga que o beijo pode ter surgido das lambidas que os homens das cavernas davam em seus companheiros em busca de sal. Ou ainda uma variante de um gesto de carinho das mulheres das cavernas que mastigavam o alimento e o colocavam na boca de seus bebês.
O que muita gente não sabe é que o beijo é uma porta de entrada para uma séries de doenças causadas por vírus ou bactérias.

veja a lista de algumas doenças que podem ser transmitidas através do beijo
  1. cárie: causada por bactérias. Prevenção: boa higienização, escovação dos dentes e limpeza com fio dental.
  2. gengivite: inflamação da gengiva que, quando não tratada, evolui para um quadro de periodontite. Gengivas vermelhas e sangrantes, raramente dolorosas, caracterizam a doença.
  3. hepatite: há risco de transmissão do tipo B da doença, caso haja lesões e feridas na mucosa bucal.
  4. herpes: o vírus pode ser transmitido mais facilmente na fase aguda, quando está em plena atividade e deixa a boca cheia de pequenas bolhas.
  5. candidíase: conhecido como sapinho, apresenta-se com áreas brancas na mucosa que, quando raspadas, deixam a região vermelha e sangrante.
  6. mononucleose: conhecida como doença do beijo, apresenta pequenas manchas vermelhas no céu-da-boca. Provoca o aumento do volume dos gânglios. Estes sinais costumam aparecer após um mês do contágio.

Bem, como a moda é “beiçar muito”, segundo os jovens e, principalmente nesse período carnavalesco, quero alertar especificamente sobre a herpes labial, que é mais comum entre a moçada e afeta qualquer classe social. Uma forma de previnir a aquisição de algumas dessas doenças é a abistinência. Tudo bem, isso parece piada, então fique atento para alguns sinais de perigo:

  • Evite beijar muitas pessoas num curto período de tempo;
  • Caso seu parceiro(a) esteja com lesões na boca ou bolhinhas, que muitos costumam dizer, “foi o sol”. E foi o sol mesmo, porque o calor favorece o aparecimento do hespes labial, mas nesse caso o indivíduo já está contaminado com o vírus, ou seja, não é porque você se expôs ao sol por bastante tempo que ela irá surgir. Pessoas leigas falam que a culpa é do sol mas elas não se dão conta que já estão contaminadas;
  • Se você ou seu parceiro(a) estiver com aftas e/ou gengivite, trate-as tão prontamente. Essa condição favorece a entrada de microroganismo devido à sensibilização da mucosa;
  • E uma das doenças que não foi citada na lista, até porque ainda é meio polêmico sobre o beijo transmitir o vírus HIV ou não. Mais aí vai uma dica: o risco de transmissão aumenta em pessoas que usam piercing na língua ou lábios, onde os mesmos não tiveram uma boa cicatrização. CUIDADO! Quem vai te garantir? Lembrem-se que as lesões sangram. Se tem sangue, pode haver o HIV.
  • Mantenha uma boca saudável, livre de lesões, com bom hálito. Para que ocorra uma transmissão de doença é necessário que ocorra uma combinação de carga infectante de um dos indivíduos e uma baixa resitência do outro.
  • Atenção redobrada é o mais importante. Divirtam-se e bom carnaval, não esqueçam da camisinha!!!


7 figuras, 36 mandamentos e um único objetivo
fevereiro 9, 2010, 11:09 pm
Arquivado em: Blog, Comportamento, Cotidiano
Sete Gurus da saúde, 36 mandamentos para uma vida saudável. Dicas simples aplicáveis e saúde em dia, leia e implemente as idéias de quem entende do assunto. São eles: Nuno Cobra; Alfredo Halpern; Fernanda Lima; Ari Stiel Radu; Mauricio Hirata; Tânia Rodrigues; Hong Jin Pai.

Onze mandamentos de Nuno Cobra, preparador físico:

  1. Durma pelo menos oito horas e tente acordar sem despertador. “Ele é uma agressão ao organismo”.
  2. Alimente-se a cada três horas, em pequenas quantidades.
  3. Cheire a comida, pegue as folhas com as mãos e mastigue o mais devagar possível.
  4. Exerça alguma atividade física pelo menos três vezes por semana. Uma hora de caminhada pode ser praticada por qualquer pessoa, em qualquer lugar, e é suficiente para obter os benefícios do esporte.
  5. Evite ficar nervoso. Em situações de stress, boceje e espreguice-se.
  6. Dedique pelo menos quinze minutos do dia à meditação. Escolha um local silencioso, sente-se numa posição confortável e esqueça-se da vida.
  7. Tome ao menos dois banhos frios por dia. Esse hábito é energizante. (se não fôr capaz, finalize seu duche ou banho com um jacto de água fria ascendente, a começar no pé esquerdo e a terminar na mão direita).
  8. Nenhum tratamento funciona se não se abandonarem vícios e se não se adquirirem hábitos de higiene de vida.
  9. Quando fizer exercícios físicos, concentre-se apenas neles. Não leia enquanto pedala na bicicleta nem ouça música enquanto corre.
  10. Preste atenção ao fluxo de ar que entra e sai de seu pulmão e procure respirar mais profundamente.
  11. Faça elogios com mais freqüência. Essa tática funciona como um ímã e faz com que todos queiram estar a seu lado.

Os cinco mandamentos de Alfredo Halpern, endocrinologista:

  1. Não se culpe por ser gordo. Procure ajuda e emagreça!
  2. Fuja das fórmulas mágicas e das dietas milagrosas. O importante é aprender a comer!
  3. Não há alimento proibido. O segredo é não exagerar em nada!
  4. É possível comer bem e ter um peso normal.
  5. Obesidade é uma doença e, às vezes, seu tratamento requer a intervenção de medicamentos, mas lembre-se: eles precisam ser receitados por um médico!

Os cinco mandamentos de Fernanda Lima e Ari Stiel Radu, reumatologistas:

  1. Não pratique exercícios em locais expostos à poluição, como avenidas movimentadas. Escolha horários com menos tráfego ou deixe para se exercitar em casa, numa esteira, por exemplo.
  2. A regularidade traz mais benefícios à saúde do que a intensidade da atividade física.
  3. Fique atento à postura. Se você não se cuidar, todo o seu esforço com atividades físicas poderá ser em vão.
  4. Seja paciente com seu corpo. Em um mês, você não vai recuperar o atraso de dez anos.
  5. Não se exercite em horários de calor excessivo, para não sofrer desidratação. (fazê-lo, acelera a oxidação celular, logo o envelhecimento prematuro do organismo. O mesmo se passa quando se pratica actividade física em ambientes poluídos ou não aromatizados).

Os cinco mandamentos de Mauricio Hirata, clínico geral:

  1. Arrume um espaço na agenda para fazer ginástica, como o horário do almoço.
  2. Coma alimentos saudáveis. Se for o caso, leve a comida de casa.
  3. Ponha um comedouro para pássaros na janela de sua casa ou apartamento e observe os movimentos dos animais. “É excelente para relaxar“.
  4. Não perca muito tempo de seu dia no trânsito. Se você mora longe do trabalho, mude-se para mais perto.
  5. Deixe a janela do quarto entreaberta. Se você tem dificuldade em acordar de manhã, a luz ajuda o cérebro a perceber que já é dia.

Os cinco mandamentos de Tânia Rodrigues, nutricionista:

  1. Acostume-se a beber mais água. Deixe uma garrafa de meio litro sobre a mesa de trabalho e outra dentro do carro.
  2. Inclua pelo menos três frutas na alimentação diária. Elas garantem quantidades mínimas de vitaminas, fibras e minerais, que ajudam a prevenir diversos tipos de câncer.
  3. Não saia de casa sem se alimentar. Se sua refeição for apenas um cafezinho, pelo menos acrescente um pouco de leite à xícara.
  4. O jantar deve ser a refeição mais leve do dia. Se você tem mais fome à noite, faça um esforço e coma menos nesse horário. O corpo se acostumará e você terá mais apetite de manhã.
  5. Coma uma pequena porção de algum alimento rico em carboidrato trinta minutos antes das atividades físicas. Isso vai melhorar seu rendimento.

Os cinco mandamentos de Hong Jin Pai, acupunturista:

  1. Reclamar da vida só causa stress. Em vez de resmungar porque faz frio, vista um agasalho.
  2. Passamos a maior parte do dia no trabalho. Por isso, você precisa amar o que faz.
  3. Aproveite o trânsito para escutar alguma música de que goste, estudar um idioma ou, se não estiver dirigindo, ler.
  4. Seja otimista. Lembre-se de que todas as crises são passageiras.
  5. A terceira idade deve ser a melhor fase da vida. Estude, exercite-se e leia. Ficar parado acelera o envelhecimento.



Mal do dia seguinte
fevereiro 7, 2010, 11:01 pm
Arquivado em: Blog, Comportamento, Cotidiano, Imagens, Medicina

Beber além da conta e sofrer os desprazeres do dia seguinte. Isso te parece familiar? RESSACA, o mal do dia seguinte. Toda aquela sensação de mal-estar, tontura, enjôo, moleza no corpo, cabeça explodindo e uma sede quase insaciável, fazem você acreditar que nunca mais vai beber novamente.

Beber além da conta e sofrer os desprazeres do dia seguinte. Isso te parece familiar? RESSACA, o mal do dia seguinte. Toda aquela sensação de mal-estar, tontura, enjôo, moleza no corpo, cabeça explodindo e uma sede quase insaciável, fazem você acreditar que nunca mais vai beber novamente.

Seu corpo está debilitado, tudo porque nosso organismo gasta energia (glicose) para metabolizar o álcool. Glicose é açúcar e açúcar é energia, por isso ficamos fracos.

O excesso de álcool atinge o sistema nervoso central, provoca sono, irritação, dor de cabeça, irrita o aparelho digestivo (as mucosas de absorção), causando diarréia, náuseas, vômitos e também inibe a ação do hormônio antidiurético, causando sede e aquela sensação de boca seca.

O prejuízo não pára por aí. Quando bebemos excessivamente estamos mais propensos ao ganho de peso e acúmulo de gordura, principalmente na região abdominal (barriga de chope).

Nos casos mais graves o excesso de álcool causa dependência trazendo consigo outras complicações muito mais graves como o diabetes (tipo 2), úlcera no estômago, hepatite, depressão, lesão nos rins, etc. Assunto para outro texto.

Hoje o objetivo é driblar a ressaca. Segredinhos sóbrios.

Evitando

  1. Beber moderadamente, esse é o trunfo!
  2. Alimentar-se bem antes de qualquer bebedeira é fundamental. Tudo porque quando comemos e ficamos de “barriga cheia”, os alimentos dificultam a difusão do álcool para o intestino, onde ele é rapidamente absorvido, diminuindo a absorção pela corrente sanguínea e, consequentemente a sua chegada ao cérebro. Além do mais, barriga cheia não deixa muito espaço pra bebida.
  3. Diluir a bebida. Sim, use gelo! Outra dica é intercalar doses de bebidas alcoólicas e não-alcóolicas. Pode ser refrigerante. Refrigerantes são ricos em açúcares ajudam a metabolizar o álcool. O suco é bem mais saudável.
  4. Petiscar é bom. Frituras são fonte de gordura, retardam a absorção do álcool bem como os carboidratos. Alimentos como o queijo, castanha, amendoim, salaminhos, torradas, patês e principalmente as carnes que são fontes de proteína e de sal, facilitam a digestão do álcool. Esses são uma boa pedida. Mas cuidado! Não exagere nos salgados, já que estes intensificam a sede, dessa forma aumentando a ingesta da bebida, a não ser que a opção seja água, isso é bom.
  5. Bebida com cigarros não combina. Veneno para o corpo. Quanto mais nicotina, menos oxigênio no sangue e mais rápido se dá o processo de intoxicação.
  6. Proteja seu fígado. É ele que fabrica a enzima que digere o álcool e, quando sobrecarregado, produz uma toxina que causa dor-de-cabeça. Uma dica que funciona: azeite de oliva extravirgem. Um dia antes, despeje uma colher de azeite numa torrada e adicione pitadas de sal, acredite, a iguaria fica comestível

Aliviando

  1. Como a principal causa da ressaca é a desidratação. Beba água! Principalmente antes dormir, dessa forma enquanto você dorme seu corpo descansa e metaboliza o álcool mas rapidamente. E quando fizer xixi, tome mais água. O xixi nessa hora elimina todo o álcool ingerido. Sucos de frutas cítricas (laranja, acerola, laranja, abacaxi) são excelentes fontes de vitamina C. bebidas isotônicas são ótimas, tipo Gatorade, repõem todos os sais e minerais perdidos, bem como água de coco, riquíssima em potássio.
  2. Evite o “cafezinho forte” para curar ressaca. Muita gente não sabe, mas o café é bebida diurética, vai te deixar mais desidratado do que está.
  3. Consuma alimentos de fácil digestão: verduras, frutas e muito líquido.
  4. Alguns medicamentos ajudam mas não resolvem o problema: analgésicos (contra dor-de-cabeça), antiácidos (contra a azia e antiemético (contra enjôos).
  5. As células do nosso cérebro ficam ultra-sensíveis depois de uma bebedeira, por isso que a luz e o barulho incomoda bastante. Descanse. Evite luz e barulho. Tudo que queremos e que o nosso corpo deseja é recuperar as energias perdidas.

Trago uma receita de vó para driblar a ressaca:

Suco de Cenoura

Ingredientes:

  • 1 cenoura
  • suco de 4 laranjas
  • 2 fatias de abacaxi
  • ½ maço de salsinha

Modo de Preparo:

  • Bata tudo no liquidificador e sirva, rende 4 copos.


TPM dos infernos!
janeiro 17, 2010, 11:04 am
Arquivado em: Bizarro, Comportamento, Cotidiano, Humor, Internet, YouTub

E quem disse que homem não tem TPM?



Per fas et nefas (pelo justo e pelo injusto)
janeiro 10, 2010, 6:19 pm
Arquivado em: Fotos, Imagens | Tags:

Pele, pêlos e franboesas.

Naquele dia ficara imaginando; sentiu-se amada…

Eram mesmo as mãos que pensava,

Sentiu seu cheiro percorrendo o corpo;

os olhos a despiam dos pudores descabidos,

Parecia-lhe um horizonte perdido.

Uau!




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.